domingo, 28 de março de 2010

ESTEREOSCOPIA DIVERTIDA

Se você está cansado de fazer interpretações geológicas estereoscopicamente, eis aqui uma forma de se divertir usando a ciência/arte da estereoscopia. Esqueça um pouco de paralaxe, desvios de relevo e fotobases e se entretenha tentando desvendar os estereogramas abaixo.

Enxergar tridimensionalmente uma fotografia sem o auxílio do estereoscópio é um tanto complicado, mas acreditem, é possível (eu acho) com paciência e certos métodos. Na internet, vocês podem conferir várias técnicas de visualização à vista desarmada, mas eu achei a mais "confiável" a seguinte:
1) Olhar o infinito, fixando a vista num objeto distante;
2) Fixar a visão em um dedo sobre a imagem e lentamente retirá-lo;
3) Observar o reflexo da imagem num vidro;
4) Olhar a imagem bem de perto e, mantendo o foco, ir afastando a cabeça, até encontrar o ponto ideal.
Tentem colocar em prática esses ensinamentos e desvendem o que há por trás desse s "misteriosos" estereogramas. Boa sorte!

(clique nas imagens para ampliar)

ÁGUIA______________________________________CORAÇÃO











ESCADA________________________________FLOCO DE NEVE













ÁGUIA_____________________________________DINOSSAURO VOANDO
















Se você está no time dos que não conseguiram visualizar nada nas imagens acima, então tente com os pares de fotografia abaixo (esses são mais fáceis de enxergar em 3d).
Como visualizar estereoscopicamente: Para a observação das imagens, basta um espelho, que deverá ser encostado perpendicularmente ao monitor, entre as duas imagens e com a face voltada para a esquerda, de modo que o reflexo da imagem da esquerda seja visto sobreposto à imagem da direita pelo observador com o nariz encostado na borda do espelho (esse eu garanto: dá certo e o resultado é muito bacana!)


(clique nas imagens para ampliar)



Esses e mais estereogramas disponíveis em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário